FACULDADE SANTA FÉ

FACULDADE SANTA FÉ
CURSOS

LOUVOR

LOUVOR

quinta-feira, 25 de maio de 2017

OAB protocola pedido de impeachment de Temer e nega desestabilização do país

Gustavo Maia 
Do UOL, em Brasília.

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) protocolou nesta quinta-feira (25) o pedido de impeachment do presidente Michel Temer (PMDB) na Câmara e negou que o processo desestabilize o país.   
                                                                                        Eugenio Novaes/OAB
Presidente do Conselho Federal da OAB protocola pedido de impeachment 

Cercado por dezenas de jornalistas e sem a presença de políticos de oposição, o presidente do Conselho Federal, Claudio Lamachia, apresentou o pedido juntamente com conselheiros federais, presidentes das seccionais e demais dirigentes das OABs no país.

"O país não sofre nenhuma desestabilização pela abertura de um processo de impeachment", diz o presidente da entidade, que declarou ainda que o pedido é "técnico". 

O pedido da OAB é o 13º contra Temer na Câmara. O presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), já avisou que não pretende acatar as solicitações. A OAB acusa Temer de prevaricação, o que caracterizaria crime de responsabilidade --condição para o processo de impeachment.

"Estou absolutamente tranquilo, em que pese o momento que estamos vivendo. Estamos novamente, num curtíssimo espaço de tempo, pedindo o impeachment de mais um presidente da República", disse Lamachia, em referência ao pedido de impeachment de Dilma Rousseff (PT) no ano passado, também endossado pela entidade.

Lamachia afirmou que foi procurado por alguns parlamentares de oposição que queriam acompanhar o ato, mas pediu a senadores de oposição para deixar a OAB fazer um ato "técnico e cívico".

A OAB minimizou a importância dos áudios em que Temer foi flagrado conversando com o empresário Joesley Batista para a abertura do impeachment. "O fato de o presidente da República em dois pronunciamentos e na entrevista [à Folha] não ter negado torna esses fatos incontroversos. Temos o crime de responsabilidade do presidente", disse Lamachia. 

Para a OAB, "o fato de esta gravação ter sofrido ou não edição torna-se irrelevante diante das declarações do senhor presidente onde ele torna incontroversos esses fatos que eu coloquei agora" 

"Este voto não se pauta única e exclusivamente no conteúdo dos mencionados áudios, mas também nos depoimentos constantes dos inquéritos e, em especial, nos pronunciamentos oficiais e manifestações do Excelentíssimo Senhor Presidente da República Federativa do Brasil que confirmam seu conteúdo, bem como a realização do encontro com o colaborador", diz o pedido da OAB apresentado à Câmara.

O texto cita até entrevistas de Temer à imprensa, além da gravação com o empresário Joesley Batista, da JBS.

A OAB elenca duas condutas de Temer que levariam a crime de responsabilidade. 

*a infringência ao artigo 85, V, da Constituição Federal, combinado com art. 9, 7, da Lei 1.079/1950 e com os arts. 4 e 12 do Decreto 4.081/2002: proceder de modo incompatível com a dignidade e o decoro do cargo; possível exercício de advocacia administrativa, conforme dispõe o art. 321 do Código Penal.

* a infringência ao artigo 85, VII, da Constituição Federal, combinado com o art. 9, 7, da Lei 1.079/1950: ato omissivo próprio no exercício da função pública.

 O pedido também pede que sejam ouvidas cinco testemunhas:

 Joesley Batista (delator) 

Wesley Batista (delator)

Ricardo Saud (delator)

Francisco de Assis (delator) 

Rodrigo Janot, procurador-geral da República.

A OAB pede ainda que, caso o impeachment avance e seja aprovado, Temer sofra a pena de perda do mandato, bem como inabilitação para exercer cargo público pelo prazo de oito anos. No ano passado, a presidente Dilma sofreu impeachment, mas manteve os direitos políticos.

A apresentação do pedido vem um dia após violentos protestos em Brasília que pediram a saída de Temer do governo.

Temer não deveria ter recebido "fanfarrão e delinquente", diz OAB 

Na última segunda-feira (22), em entrevista coletiva em Brasília, Lamachia afirmou que os áudios entre Temer e o empresário Joesley Batista, do grupo JBS, apontam que o presidente praticou crime de prevaricação ao, mesmo classificando Batista como "fanfarrão" e "delinquente", não negar, em seus dois pronunciamentos, que conversara com ele nas condições apontadas pela investigação da Polícia Federal. 

O sócio da JBS entregou o áudio à Procuradoria-Geral da República em acordo de delação premiada. O presidente defendeu que a gravação foi fraudada, mas não negou o encontro com Batista.

"Se o presidente da República sabia que estava diante de um interlocutor que é um 'fanfarrão' e um 'delinquente 'ele não deveria ter recebido (Batista)", defendeu Lamachia.

O presidente da instituição admitiu ainda que a Ordem pode debater a questão das eleições diretas ou indiretas em caso de vacância na Presidência e não descartou, por exemplo, que eventual apoio à PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que tramita na Câmara sobre o assunto.

OPERAÇÃO LAVA JATO-Cláudia Cruz é absolvida na Lava Jato

Fernando Garcel com Francielly Azevedo
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância, absolveu a jornalista e esposa do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB), Cláudia Cruz. Além da jornalista, Moro sentenciou o ex-diretor da área internacional da Petrobras Jorge Zelada e o operador de propinas do PMDB João Augusto Resende Henriques.

De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), Cláudia Cruz foi beneficiária de dinheiro lavado em contas no exterior. O valor teve origem em um contrato da Petrobras na exploração de um campo de petróleo na África. O negócio teria rendido o pagamento de propina de US$ 1,5 milhão a Cunha.

“Absolvo Cláudia Cordeiro Cruz da imputação do crime de lavagem de dinheiro e de evasão fraudulenta de divisas por falta de prova suficiente de que agiu com dolo”, diz o despacho. “A acusada Cláudia Cordeiro da Cruz deve ser absolvida por falta de dolo, pois não há prova de que teve participação no crime antecedente, de corrupção, e não há prova suficiente de que tenha participado conscientemente nas condutas de ocultação e dissimulação”, afirma o magistrado.


De acordo com Moro, apesar da absolvição os valores da contas nos exterior serão confiscados. A jornalista é beneficiária final de uma conta batizada de Kopek e mantida no Banco Julius Baer (sucessor do Merryll Lynch Banck), em Genebra, na Suíça. “Considerando que, apesar da absolvição de Cláudia Cordeiro Cruz por falta de prova suficiente do dolo, os valores mantidos na conta em nome da Kopek são oriundas de contas controladas por Eduardo Cosentino da Cunha, condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, tendo, portanto, origem e natureza criminosa, decreto, com base no art. 91 do CP, o confisco do saldo de aproximadamente 176.670,00 francos suíços sequestrados na conta em nome da Kopek. A efetivação do confisco dependerá da colaboração das autoridades suíças em cooperação jurídica internacional”, despachou Moro.

Outros réus

Moro também absolveu Idalécio de Castro Rodrigues de Oliveira dos crimes de corrupção ativa e lavagem de dinheiro por falta de provas. Também réus na ação penal, Jorge Luiz Zelada e João Augusto Henriques foram condenados.

Jorge Luiz Zelada, já condenado e preso em outra ação penal, foi condenado a quatro anos e seis meses de reclusão. Ele foi acusado de crimes de corrupção envolvendo o pagamento de 1,5 milhão de doláres, cerca de R$ 4,8 milhões atualmente.

João Augusto Rezende Henriques, foi condenado a seis anos de reclusão pelo crime de corrupção passiva e cinco anos pelo o crime de lavagem de dinheiro. De acordo com o despacho, as atividades eram rotineiras na vida de Henriques. “As provas colacionadas neste mesmo feito, indicam que faz do crime de corrupção e de lavagem a sua profissão, intermediando propinas em contratos da Petrobrás, visando seu próprio enriquecimento ilícito e de terceiros, o que deve ser valorado negativamente a título de culpabilidade ou personalidade”, despachou Moro.

Henriques também foi absolvido da imputação do crime de evasão fraudulenta de divisas por sua absorção pelo crime de lavagem.

Acusação

De acordo com o MPF, a jornalista também recebeu no exterior dinheiro de outras contas controladas pelo ex-deputado. O valor do contrato investigado era de US$ 34,5 milhões. A denúncia está vinculada a outra ação penal, remetida pelo Supremo Tribunal Federal (MPF) ao Paraná depois que Cunha perdeu a prerrogativa de foro privilegiado. O ex-deputado foi condenado a 15 anos e quatro meses de prisão. Na ação correlata, Cláudia Cruz foi acusada de ser beneficiária das contas atribuídas a Cunha na Suíça.

Os procuradores apontam que Cláudia tinha consciência dos crimes que praticava e controlava uma conta para pagar despesas variadas no exterior, incluindo gastos em restaurantes badalados e com objetos de grife.

Em depoimento, em novembro, a jornalista confirmou que usava um cartão de crédito internacional entre 2008 e 2015, mas alegou que só soube que era vinculado a uma conta no exterior, não declarada à justiça, quando as investigações da operação Lava Jato vieram a tona.



Na última terça-feira (16), a Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o recurso impetrado pela defesa de Cláudia Cruz e manteve o julgamento da ação penal. A defesa argumentou que as provas enviadas pelo Ministério Público da Suíça não seriam válidas.


No entendimento do relator, ministro Felix Fischer, que foi acompanhado pelos demais, as informações são lícitas e que o processo deveria continuar. “Analisando os autos, constata-se que na Suíça foi instaurada investigação contra Cunha. Após trocas de informações entre os Ministérios Públicos da Suíça e do Brasil, e por considerarem que no Brasil processo teria mais êxito, houve concordância da remessa ao Brasil”, destacou o ministro.
Outros réus da ação penal

Respondem no mesmo processo o empresário Idalécio Oliveira, o lobista João Henriques e o diretor da área internacional da Petrobras, Jorge Zelada. O MPF pediu que todos cumpram pena inicial em regime fechado. “Considerando o montante das reprimendas fixadas e a gravidade dos crimes em concreto, o regime inicial de cumprimento da sanção privativa de liberdade aplicada aos acusados deverá ser inicialmente fechado”, diz o documento.

Os procuradores reforçam o pedido de condenação dos outros envolvidos. Oliveira é acusado de corrupção ativa e lavagem, Henriques por lavagem e evasão de divisas e Zelada por corrupção passiva. O MPF pediu a prisão preventiva de Henriques e que Cláudia Crus pague US$ 1.031.650 como reparação dos danos morais e materiais.

Com informações:PP

Nota de pesar:PCdoB emite nota de pesar pela morte do prefeito de Presidente Vargas, Herialdo Pelúcio

Morreu na manhã desta quinta-feira, dia 25, em um hospital de São Luís, José Herialdo Pelúcio Junior, de 61 anos, prefeito de Presidente Vargas, que fica a 165 km da capital. A população do município está abalada com a morte do gestor.
Ele lutava contra um câncer de pulmão e estava internado desde a última sexta-feira.


Herialdo Pelúcio era filiado ao PCdoB, que emitiu nota de pesar.


                          Nota de pesar e solidariedade

O PCdoB Maranhão lamenta profundamente a morte do companheiro Herialdo Pelúcio, ativo integrante do partido, prefeito de Presidente Vargas. 

A morte do companheiro enluta o partido, que manifesta também pesar aos familiares, amigos e população de Presidente Vargas.

A morte do companheiro Herialdo interrompe a realização de um grande sonho por ele há muito acalentado e pelo qual lutou: ser prefeito de sua querida Presidente Vargas, tarefa à qual se dedicou com entusiasmo nesse curto período, mesmo já com estado de saúde debilitado.

São Luís, 25 de maio de 2017.


Comitê Estadual do PCdoB Maranhão.

VIDEO: Cachorrinho fitness viraliza

       
Um, dois, um, dois… Com um professor desse, fazer abdominal fica muito divertido! Conheça Riptide, o cãozinho que viralizou, se exercitando com um time feminino de remo.
Com um incentivador desses, quem vai ter coragem de ficar parado? O golden retriever Riptide é melhor que qualquer chefe de torcida. Ele foi gravado, todo feliz, ajudando a equipe feminina de remo de Stanford, durante uma sessão de aquecimento em Redwook City, na Califórnia. O vídeo viralizou rapidamente nas redes sociais. Ao ver Riptide fazendo abdominais tão satisfeito, o temido exercício até parece divertido.

O cãozinho tem um perfil no Instagram, @RiptidetheRetriever, onde são postadas fotos de sua rotina na belíssima cidade californiana. Ele também aparece passeando de lancha, sendo mimado pela equipe de remo, andando de skate e, claro, dormindo, porque ninguém é de ferro!

Veja o vídeo abaixo:

                   

“Olhe para Israel e veja provas da existência de Deus”, diz jornalista sobre profecias

"O número de profecias do retorno dos judeus à sua nação e à restauração daquela terra ... como as crianças voltariam a brincar nas ruas de Jerusalém... todas essas profecias foram cumpridas, seja em 1948 ou 1967".
Gordon Roberton. (Foto: CBN News)

Com o 50º aniversário da Guerra dos Seis Dias de Israel – e com os assuntos do Oriente Médio continuando a dominar as manchetes – um jornalista cristão está promovendo o lançamento de um filme (da linha de documentário) que conta a história por trás da formação do Estado de Israel moderno, de uma forma nunca vista antes.

O filme “Em Nossas Mãos: A Batalha por Jerusalém” – que será exibido nos cinemas dos Estados Unidos e Canadá nesta quarta-feira, 23 de maio – relata a histórica batalha da Guerra dos Seis Dias, ao explicar seu papel supostamente na profecia bíblica.

Gordon Robertson, CEO da ‘Rede de Comunicação Cristã’ (CBN.com), explicou que o filme produzido pela ‘CBN Documentaries’, conta a história do conflito entre Israel e seus vizinhos que se desenrolou de 5 a 10 de junho de 1967 – uma batalha que envolveu o Egito, a Jordânia e a Síria.

“Durante séculos, sua nação esteve no exílio. Por uma geração, eles tinham sido privados do acesso à sua cidade ancestral”, diz a sinopse do filme. “Durante seis dias, rodeado de inimigos, Israel ficou sozinho… e mudou a história.”

Gordon Robertson, CEO da ‘Rede de Comunicação Cristã’ (CBN.com), disse ao site ‘Faithwire’ o lançamento do filme tem dois objetivos principais: que ele ajude as pessoas a se voltarem para Deus e que inicie uma conversa sobre a política externa do Oriente Médio.

“Se você quer provas da existência de Deus, olhe para Israel”, disse Robertson. “O número de profecias do retorno dos judeus à sua nação e à restauração daquela terra … como as crianças voltariam a brincar nas ruas de Jerusalém… todas essas profecias foram cumpridas, seja em 1948 ou 1967”.

Relembrando cerca de dois anos atrás, Robertson disse que viu a oportunidade de trazer a história da Guerra dos Seis Dias para as telonas, quando ele e sua equipe conversaram com os soldados que lutaram na batalha com Jerusalém e estes aceitaram compartilhar suas histórias para o filme.

Ele também disse que espera iniciar uma conversa sobre o papel de Israel nos assuntos externos, observando que a cultura israelense sobreviveu milhares de anos, com 2.000 desses anos se desenrolando com muitos judeus fora de sua terra natal.

“Isso em si mesmo é um milagre”, disse ele. “[Quero] iniciar uma conversa sobre a atual política externa em relação ao Oriente Médio e a necessidade de o mundo reconhecer que Jerusalém é a eterna e indivisível capital de Israel”.

Robertson disse que está “preocupado” com as afirmações de que há divisão no governo Trump sobre como proceder, apesar das promessas de campanha do presidente sobre o assunto.
O jornalista disse ao ‘Faithwire’ que o ímpeto por seu interesse em criar o filme remonta décadas ao seu pai, Pat Robertson, se assentando com a família para mostrar a eles onde a Bíblia
profetizava que Israel iria recapturar Jerusalém.

Robertson disse que ele foi para o Muro das Lamentações em 1969 para orar e viu em primeira mão a alegria que o povo judeu estava vivenciando, depois de retomar Jerusalém. Essa é uma tradição que ele continuou com seus próprios filhos.
“Cada um dos meus filhos, quando completaram 12 anos, foi levado para Jerusalém”, disse ele. “Nós oramos juntos no Muro das Lamentações e depois eles foram batizados no Rio Jordão”.

Jerusalém como a capital de Israel

Robertson discutiu a promessa do presidente Donald Trump de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel – algo que ainda precisa se concretizar. A localização da embaixada dos EUA em Israel – que está atualmente em Tel Aviv e não em Jerusalém – também tem sido um ponto de discórdia.

Israel considera Jerusalém sua capital, enquanto a Palestina também prevê que a cidade seja a capital de seu próprio e futuro Estado. Enquanto uma lei norte-americana aprovada em 1995 exigia que a embaixada fosse transferida para Jerusalém, os três últimos presidentes promulgaram renúncias para adiar tal decisão, citando preocupações de segurança, como informou a CNN.

Donald Trump fez uma viagem pela Arábia Saudita e Israel nos últimos dias, chegando a visitar o Muro das Lamentações e a orar no local. Porém a mudança da embaixada dos EUA, de Tel-Aviv para Jerusalém ainda não teve uma data confirmada pelo presidente norte-americano.

(Guiame/GG)

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Exército convoca 1.200 homens para a Esplanada dos Ministérios

Presidente decretou uma ação de garantia de lei e da ordem em Brasília; segundo o ministro da Defesa, Temer disse que a "baderna" é "inaceitável"


O presidente da República, Michel Temer, decretou uma ação de Garantia de Lei e da Ordem em Brasília. As tropas federais devem ser enviadas à Esplanada dos Ministérios. O objetivo, segundo o presidente, é preservar o Congresso Nacional e os prédios que abrigam os ministérios. Ao justificar sua decisão, Temer disse que atendia a um pedido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Ao todo, serão dez companhias com 1.200 homens apenas do Exército. Ainda há tropas da Marinha e da Aeronáutica protegendo prédios oficiais.
A decisão foi comunicada em um rápido pronunciamento do ministro da Defesa, Raul Jungmann, na tarde desta quarta-feira (24/5), e publicada em uma edição extra do Diário Oficial da União. Os militares reforçarão a segurança pública até a próxima quarta-feira (31/5).

            
De acordo com Jungmann, a medida foi adotada após o protesto, previsto como pacífico, "degringolar na violência, no vandalismo, no desrespeito, e na agressão ao patrimônio público e na ameaça às pessoas". Também conforme o ministro, Temer classificou como "inaceitável a baderna" e disse que "não permitirá que atos como esses coloquem em risco a segurança da população e a preservação do patrimônio público".
Segundo o Ministério da Defesa, a Garantia da Lei e da Ordem é um instrumento que só pode ser utilizado por ordem expressa do presidente da República "em graves situações de perturbação da ordem em que há o esgotamento das forças tradicionais de segurança". Ela concede, provisoriamente, aos militares o direito de atuar com o poder de polícia. 

Também conforme a pasta, a garantia foi usada recentemente em diversas comunidades do Rio de Janeiro; durante a onda de violência no Espírito Santo; na Copa do Mundo de 2014 e nos Jogos Olímpicos do ano passado. 

Maia se explica no plenário

Questionado por deputados, especialmente os da oposição, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse que sua solicitação ao presidente foi de uso de homens da Força Nacional de Segurança Pública. Ao afirmar isso, vários deputados reagiram com críticas e gritos. "Meu pedido foi de apoio da Força Nacional", justificou, acrescentando que o governo acabou, provavelmente, tomando a decisão que lhe pareceu mais adequada. A sessão na Câmara foi suspensa por 30 minutos após esse anúncio. 

Ministro do STF se diz "preocupado" com decisão

Durante uma sessão no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Marco Aurélio Mello disse estar preocupado com a decisão de Temer. "Voto um pouco preocupado com o contexto e espero que a notícia não seja verdadeira. O chefe do poder Executivo teria editado um decreto autorizando o uso das Forças Armadas no Distrito Federal no período de 24 a 31 de maio", disse Mello antes de encaminhar seu voto. Os demais ministros não se manifestaram.

Confusão 

O clima é bastante tenso na Esplanada nesta quarta-feira (24/5). Centrais sindicais convocaram um protesto contra as reformas propostas pelo governo federal e pela saída de Michel Temer da Presidência da República, que contou com a adesão de mais de 25 mil pessoas, segundo estimativas da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). Porém, durante a manifestação, os participantes entraram em confronto com a polícia. Os primeiros atiram pedras, garrafas e pedaços de madeira contra a PM, que responde com bombas de efeito moral e gás lacrimogênio.

Os manifestantes também atacaram e tentaram invadir prédios de diversos Ministérios. No do Planejamento, eles jogaram pedras. Já no da Agricultura, atearam fogo. Por determinação da Casa Civil da Presidência da República, o expediente foi encerrado em todas as pastas e todos os servidores foram liberados.

Fonte: CB

Prefeitura de Chapadinha entrega novos veículos ao Conselho Tutelar

Por: Valdivan Alves

A Prefeitura de Chapadinha por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, realizou na manhã desta quarta-feira (24/05) a entrega de dois veículos 01 Strada Fiat e 01 Moto Honda para atender o Conselho Tutelar. 
A Secretária de Assistência Social Isalena Aguiar, entregando as chaves da Strada Fiat a Graciane Coordenadora do Conselho 
Houve um cerimonial em frente a sede do Conselho onde estiveram presentes os vereadores Marcelo Meneses, Junior Carneiro, Nonato Baleco, Netinho, Missecley Araújo e Marcely Gomes, os secretários, de governo Eduardo Sá, Comunicação Eduardo Braga, Cultura Edjones Lima, Assistência Social Isalena Aguiar, Comercio e Industria Hilda Pontes, Agricultura familiar Joana Leal, Igualdade Racial Maria Aparecida, e Trabalho e renda Jeferson Aguiar, o Gestor do Viva Tomé Veras, o Comandante do 16º BPM Tenente-Coronel Glauber Miranda Silva, os membros do CMDCA , membros do Conselho Tutelar entre outras autoridades.
Secretária Isalena Aguiar
Para a Secretária Municipal de Assistência Social Isalena Aguiar, que demonstrou muita satisfação por  está realizando a entrega das viaturas para o conselho, " É um projeto que vinhamos trabalhando que somente agora foi possível realizar, através de um apelo feito ao prefeito Dr Magno Bacelar, que prontamente nos atendeu com essa Fiat Strada, completamente disponível ao Conselho Tutelar com motorista e combustível, este é um grande feito do nosso prefeito. A moto Honda, que também estamos entregando hoje, é uma doação feita através do abatedouro confiança, em virtude de uma multa que o ministério do Trabalho efetuou e que foi revertida na compra e doação dessa moto para o conselho tutelar. A secretaria de Assistência Social sempre ajudou os conselheiros no auxilio de um carro para eles executarem suas diligencia e agora com estes transportes logicamente vai melhorar a mobilidade dos mesmos na execução de suas tarefas diárias”, enfatizou a Isalena Aguiar.
Conselheiras(o)
A Conselheira Coordenadora Graciane Monteles, ressaltou que estavam encontrando dificuldades para realizar as diligências. Já que o conselho só tinha uma moto que tem alguns anos de usos e constantemente apresentavam problemas. “Quero deixar claro que a moto é uma doação do Ministério do Trabalho, que foi adquirida a traveis de uma multa efetuada a uma empresa, que foi revertida na compra dessa moto  0 km e o Conselho foi agraciado após muita luta junto ao Ministério, em relação a Strada Fiat, nós agradecemos muito a administração municipal, que fez a locação dessa caminhonete que é  de extrema importância, mesmo não sendo um transporte definitivo para o Conselho, pois é um transporte locado pela prefeitura, para ficar disponível ao Conselho Tutelar. Mais vai nos ajudar muito em nossa demanda porque vai nos servir muito, pois os procedimentos do ano de 2016, foram 450 e todos devem ser acompanhado por visitas e já neste ano de 2017 já são 250 procedimentos tem que ser visitados, com estes transportes que hoje estamos recebendo são de extrema importância para execução das atividades do Conselho Tutelar.”, lembrou Graciane.

O Comandante do 16º BPM de Chapadinha, Tenente-Coronel Glauber Miranda Silva, frisou que “ Não existe instituição que trabalhe sem ter uma estrutura, a gente percebe o interesse do governo municipal em melhorar a estrutura do conselho, que é uma instituição altamente necessária para combater e defender os direitos da criança e adolescente, claro com parcerias com as policias, corpo de bombeiro, a guarda municipal em fim, penso que todos nós juntos daremos uma resposta melhor para a sociedade, em busca principalmente da paz social”, disse o comandante.

O que é o Conselho Tutelar - O Conselho Tutelar é um órgão que zela por crianças e adolescentes que foram ameaçados ou que tiveram seus direitos violados. O Conselho também é responsável em aplicar medidas de proteção; atender e aconselhar pais ou responsável; levar ao conhecimento do Ministério Público fatos que o Estatuto da Criança e do Adolescente tenha como infração administrativa ou penal e encaminhar a justiça os casos que à ela são pertinentes. Por isso, toda suspeita e toda confirmação de maus tratos a crianças e adolescentes devem ser obrigatoriamente comunicado ao Conselho Tutelar.


Ex-deputado amaldiçoa Marcelo Rezende: ‘vá pro quinto dos infernos’

“vá para os quinto do inferno falar mal dos outros desmerecendo a verdade Deus”. disse

Usando seu perfil no Facebook, o ex-deputado federal Jabes Rabelo, que é empresário em Cacoal, desejou que o apresentador Marcelo Rezende, que enfrenta um câncer no pâncreas, “vá para os quinto do inferno falar mal dos outros desmerecendo a verdade Deus”.

Âncora do programa “Cidade Alerta”, transmitido pela Record, o jornalista revelou publicamente a doença, contra a qual sabe que tem chances remotas.

O comentário de Jabes, que teve o mandato cassado em 1992, viralizou esta semana em todo o Estado, e teria sido motivado pela cobertura de Rezende, que como repórter da Globo na época, esteve em Cacoal para exibir o caso em rede nacional. As reportagens ajudaram a pressionar os outros deputados a aprovar a cassação do então congressista.

O ex-parlamentar cacoalense foi punido por quebra de decoro parlamentar em virtude de ter dado uma carteira de assessor da Câmara dos Deputados ao irmão, Abidiel Pinto Rabelo, preso transportando um carregamento de drogas. 

(JH Noticias/GP)

terça-feira, 23 de maio de 2017

“Matar crianças infiéis não é crime”, diz Estado Islâmico

Atentado terrorista durante show em Manchester vitimou pelo menos 10 crianças

O Estado Islâmico (EI) parece não ter limites. Agora o grupo está defendendo o assassinato de “crianças infiéis”, e ainda não consideram crime ou errado praticar esse ato de extrema violência.

“Nós não deveríamos nos afligir pela morte colateral de mulheres e crianças infiéis, porque Allah disse: ‘não se aflija pelos infiéis”, argumentou a organização terrorista em sua revista “Rumiyah”, no artigo “Collateral Carnage” (Massacre Colateral).

O EI assumiu nesta terça-feira (23) a autoria do atentado à bomba realizado em Manchester durante um show da cantora pop Ariana Grande, na noite de segunda. Pelo menos 22 pessoas morreram e 59 ficaram feridas, a maioria crianças e adolescentes fãs da artista de 23 anos de idade. Logo após o atentado, jihadistas e simpatizantes do EI comemoraram nas redes sociais.

O Estado Islâmico declarou em dois comunicados, um em árabe e outro em inglês, que “com o apoio e a graça de Allah, um soldado do califado instalou explosivos no meio de locais das Cruzadas, na cidade britânica de Manchester, em vingança à religião de Allah”. O objetivo da ação foi alcançado, que era aterrorizar os “infiéis” em resposta às transgressões contra as terras muçulmanas.

O aviso ainda alertou para novos atos terroristas. “Outros ataques serão cometidos, com a permissão de Allah”. O Estado Islâmico ainda confirmou que havia mais de uma bomba no ocorrido.
Polícia do Reino Unido investiga caso

A polícia do Reino Unido suspeitava que um suicida tinha detonado ao menos um explosivo de fabricação caseira na área da bilheteria da casa de espetáculos. Testemunhas, porém, relatavam desde ontem terem ouvido pelo menos duas explosões. Um homem de 23 anos suspeito de ligação com o atentado foi capturado.

A identidade do detido foi mantida em segredo. Ainda não existe confirmação se o autor do ataque morreu na explosão ou se é o jovem preso nesta manhã, apesar da polícia defender a tese de que o terrorista cometeu suicídio.

Outra prisão foi realizada no centro comercial de Arndale, em Manchester, mas as autoridades dizem que não há relação com o atentado. 

Com informações de Istoé/GP