FACULDADE SANTA FÉ

FACULDADE SANTA FÉ
CURSOS

LOUVOR

LOUVOR

sexta-feira, 23 de junho de 2017

VÍDEO :Marcelo Rezende agradece orações: “vou seguir o que Deus mandar”

“É Ele que sempre guiará a minha vida”, disse o apresentador

Depois de semanas sem novas publicações no Instagram, Marcelo Rezende voltou a se pronunciar por meio de suas mídias sociais. Em uma publicação, o apresentador esclareceu o sumiço em suas redes.

“Eu fiquei alguns dias sem dar notícia, mas é porque eu estava em pleno tratamento. É assim mesmo: uma hora eu trato um pouco, agora estou em casa, continuo o tratamento em casa”, disse Rezende.

O apresentador do Cidade Alerta, que estava em uma espécie de retiro o qual chamou de “farmácia de Deus”, posou em uma foto com a namorada, Luciana Lacerda, e ainda aproveitou para mandar alguns recados aos fãs.


“Mas eu quero dizer uma coisa, na verdade várias coisas. A primeira é o quanto eu sou grato a você, pode estar orando por mim. Segundo, que eu não duvido nem tenho medo. Eu vou seguir cada passo que Deus mandar. Foi Ele que sempre guiou a minha vida e é Ele que sempre guiará a minha vida”.


Marcelo está esperançoso na melhora do seu quadro. “Um novo momento vem aí, um momento de cura e de amor”, concluiu.

    Tratamento

Marcelo Rezende desistiu do tratamento de quimioterapia, considerado o mais eficiente contra o câncer no pâncreas, para tentar um tratamento alternativo, conciliado à leitura bíblica.

“Não adianta você curar o físico sem ter à frente o espiritual. E eu cuido muito do lado espiritual, porque quem está fazendo essa travessia da cura é Deus, é Ele quem me conduz”, disse o apresentador, em um outro vídeo divulgado na internet.

Com informações:GP

Ministro Fachin diz que não se pode “demonizar a política”

ministro Edson Fachin
O ministro Edson Fachin disse que não está na justiça criminal “a resposta de todos os males” do BrasilCarlos Moura/SCO/STF

O ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), disse hoje (23), em Brasília, que não se pode “demonizar a política”, afirmando, em seguida, que não está na justiça criminal “a resposta de todos os males” do Brasil.

O ministro discursou na abertura de uma palestra, organizada por ele, em um dos plenários do STF, sobre Fraternidade e Humanidade no Direito. Ele disse que “não há crise institucional no Brasil”, podendo o país “orgulhar-se da democracia que tem”, mas acrescentou ser necessário avançar no que chamou de “redenção constitucional”.

“Nela não está em primeiro plano a atuação hipertrofiada do magistrado constitucional, embora deva, quando chamado, responder com firmeza e serenidade. Em primeiro plano está a espacialidade da política, dos representantes da sociedade e a própria sociedade”, disse.

Antes, Fachin afirmou que “nenhum juiz com verdadeira vocação condena por ódio”. O ministro destacou que, ao completar neste mês dois anos de STF, seu gabinete acumula 142 inquéritos penais, 117 dos quais vinculados à Lava Jato, todos envolvendo políticos com prerrogativa de foro no STF como parlamentares e ministros.

Apesar disso, Fachin ressaltou a importância “da democracia representativa, da sociedade, do Parlamento e dos parlamentares, dos agentes públicos que, mesmo nos dissensos, constroem consensos”. 

Fonte:AB

Caminhão com madeira ilegal é apreendido em Chapadinha

A VIII Semana Municipal do Meio Ambiente de Chapadinha não ficou apenas na teoria.

Depois do curso de capacitação dos guardas civis realizado pelo batalhão ambiental da Polícia Militar, as duas instituições realizaram, em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Polícia Rodoviária Federal e a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), uma operação de fiscalização que apreendeu um caminhão carregado de madeira irregular proveniente de desmatamento ilegal.


O material apreendido foi doado para o Centro de Ciências Agrárias e Ambientais – Campus IV da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e será utilizado em experimentos nos cursos. O secretário de Meio Ambiente Eduardo Sá esteve pessoalmente na entrega acompanhado do assessor especial de infraestrutura e professor da UFMA, Telmo José.

“Ações como esta passarão a ser constantes. A guarda civil municipal está preparada para ampliar sua ação em defesa do meio ambiente”, afirmou o secretário.


quinta-feira, 22 de junho de 2017

Cerca de 5% da população mundial consumiu drogas em 2015, diz relatório da ONU

O Relatório Mundial sobre Drogas da ONU, divulgado nesta quinta-feira (22) em Viena, mostra especial preocupação pela situação de 29,5 milhões de pessoas que sofrem com transtornos graves pelo consumo de drogas, incluída a toxicodependência
O Relatório Mundial sobre Drogas da ONU, divulgado nesta quinta-feira (22) em Viena, mostra especial preocupação pela situação de 29,5 milhões de pessoas que sofrem com transtornos graves pelo consumo de drogas, incluída a toxicodependência
De acordo com um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) divulgado nesta quinta-feira (21), 5% da população mundial consumiu algum tipo de droga em 2015, o que se traduz em aproximadamente 250 milhões de pessoas, e pelo menos 190 mil morreram neste mesmo ano por causas diretas relacionadas com entorpecentes. As informações são da Agência ‘EFE’.

O Relatório Mundial sobre Drogas da ONU, divulgado nesta quinta-feira em Viena, mostra especial preocupação pela situação de 29,5 milhões de pessoas que sofrem com transtornos graves pelo consumo de drogas, incluída a toxicodependência, e que são os mais vulneráveis. Só uma de cada seis pessoas que requer tratamento por estes transtornos recebe assistência, a maioria nos países desenvolvidos, aponta o reporte elaborado pelo Escritório das Nações Unidas contra a Droga e o Delito (UNODC).

O número de consumidores de drogas se mantém estável há cinco anos, mas os responsáveis pelo relatório advertem que o mercado das drogas está se diversificando com o surgimento de novas substâncias mais potentes e perigosas. “Aumentou a situação de risco para a saúde pela diversificação e a potência de novas substâncias”, explicou em uma coletiva de imprensa Angela Me, coordenadora do relatório.

A especialista usou como exemplo o fentanil, um analgésico em pó que é até 50 vezes mais potentes que a heroína e que causou numerosas overdoses nos EUA nos últimos anos.

A maconha é a droga mais consumida, com 183 milhões de usuários em 2015, mas os opioides, entre eles a heroína, seguem sendo as substâncias mais nocivas e as que causam mais mortes. “O consumo de opioides está associado ao risco de overdose fatais e não fatais, ao risco de contrair doenças infecciosas (como HIV e hepatite C) devido à prática perigosa de consumo de drogas por injeção”, aponta o relatório.

O diretor da UNODC, Yuri Fedotov, aponta no relatório que “a nível mundial foram registradas pelo menos 190 mil mortes prematuras – na maioria dos casos, evitáveis – provocadas pelas drogas, na maioria atribuídas ao consumo de opioides.”

As estimativas do relatório sobre mortes são muito conservadoras, como reconheceu a própria ONU, se levar em conta que só nos EUA houve 52,4 mil mortes por overdose em 2015. Cerca de 35 milhões de pessoas consumem opiáceos (substâncias que procedem da papoula, como heroína e morfina) ou opioides (substâncias químicas de efeito análogo, como metadona).

Este grupo de drogas, segundo o relatório, “representaram 70% dos impactos negativos para a saúde associada com transtornos por consumo de drogas no mundo todo.” Em uma situação especialmente arriscada estão as 12 milhões de pessoas que se injetam opioides como a heroína. Delas, “uma de cada oito (1,6 milhões) está vivendo com HIV e mais da metade (6,1 milhões) com hepatite C, enquanto cerca de 1,3 milhão sofrem tanto com hepatite C como com HIV”. “Geralmente, morre o triplo de pessoas que consumem drogas por causa da hepatite C (222 mil) do que pelo HIV (60 mil)”, explica o repórter.

Os consumidores de cocaína chegam a cerca de 17 milhões, os de “ecstasy” são 21,6 milhões, enquanto os de anfetaminas são calculadas em 37. O relatório aponta que há indícios de um maior consumo de cocaína nos EUA e Europa, os dois maiores mercados, e que aumentaram os casos de tratamento por consumo desta droga.

O relatório aponta que as anfetaminas, que são estimulantes sintéticos, são a segunda causa de tratamento, atrás dos opioides, por transtornos causados pelo consumo de drogas. O texto também mostra que as “novas substâncias psicoativas”, das quais até 2015 eram mais de 700 tipos, podem supor riscos para a saúde porque sua composição não costuma estar padronizada e pode conter elementos muito nocivos.

Estas novas substâncias sintéticas imitam os efeitos de certas drogas tradicionais, como a maconha, e ao ser mais baratas costumam ser mais atrativas para alguns consumidores. Além das mortes, o relatório aponta para a perda de “anos de vida sã” pelas mortes prematuras e a incapacidade causada pelo consumo de drogas.

Fonte: Correio Braziliense/VG

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Honrar e interceder pela polícia é um dever de todo cristão

Dar a própria vida em favor de outro. Arriscar-se por quem sequer se conhece!

Por Renan Alves da Cruz

Vivemos uma inversão de valores tão excruciante que a imprensa e os círculos intelectuais brasileiros instigam e fomentam a população contra a polícia.

É claro que por trás deste comportamento nojento há um forte componente ideológico, encasquetado nas universidades e transportado às mais diferentes instâncias da vida comum.

Os policiais são muitas vezes marginalizados e tratados como causa da violência que se esmeram e, não raro, dão a vida para combater.

Perceber traços desta inversão em cristãos mostra o quanto as ideologias mais espúrias, advindas do esquerdismo rastaquera, seduzem incautos.

De tantas profissões louváveis, a qual se podem citar os médicos, enfermeiros, professores e etc., os policiais se destacam por colocar suas próprias vidas em risco em favor de pessoas que sequer conhecem.

Quando uma pessoa é feita de refém ou é colocada à mercê de criminosos e o policial é chamado para intervir, sabe que enfrentará risco de morte para proteger alguém que ele nunca viu antes, que pode ser inclusive um de seus tantos críticos. Mas na hora da ação, nada disso é aventado.

Eles se colocam no front para enfrentar aqueles que optaram quebrar o pacto de vida social praticando crimes, mesmo sabendo que a sociedade que ela protege muitas vezes se volta contra ela a seguir.

É papel de todo cristão orar pelos policiais que deixam suas famílias em casa diariamente para proteger as nossas. Interceder para que no momento do confronto, subsistam aqueles que prezam pela lei e pela convivência dentro dos princípios ordeiros consagrados pela vida em sociedade.

Assim como os policiais, os bombeiros também arriscam suas próprias vidas para salvar a de desconhecidos. A diferença é que o heroísmo dos bombeiros é tradicionalmente reconhecido, enquanto os policiais brasileiros, subvalorizados, subequipados e sub-remunerados, recebem petardos de todos os lados, mas mesmo com toda uma conjuntura que os avilta, permanecem colocando suas próprias vidas em risco para salvar as nossas.

Que o Senhor os abençoe, guarde e proteja! Cristo, que deu sua vida em nosso favor, com certeza os honrará e galardoará por tão bela vocação!

Dar a própria vida em favor de outro. Arriscar-se por quem sequer se conhece!

Há profissão mais nobre?

Boato: Brasil não vai receber navios com refugiados muçulmanos

Informação falsa ainda dizia que uma nova cidade seria construída

Um boato está correndo as mídias sociais e as correntes de WhatsApp, que consiste em afirmar que a partir de julho navios estariam vindo do continente europeu com quase 2 milhões de refugiados em direção ao Brasil e que, no destino, construiriam uma cidade próxima à Região Metropolitana de Goiânia, em Goiás.

Mas, de acordo com notas do Ministério de Relações Exteriores, a Agência da Organização das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) e o Governo do Estado de Goiás, a informação circulada é falsa e não possui fundamento.

A falsa notícia é compartilhada principalmente por opositores e grupos contrários à Lei de Migração, que é responsável por determinar diretrizes para a entrada e saída de estrangeiros no Brasil.

O governo de Goiás, por sua vez, emitiu uma nota. “Acerca da fantasiosa construção de cidade para ‘abrigar muçulmanos’, o governo de Goiás vem observar que, como é público e notório, existe um movimento emigratório, em diversas partes do mundo, com reflexos ao redor do planeta”.

“O Brasil acolhe esses cidadãos, segundo critérios definidos pelo Ministério da Justiça. Uma vez autorizados a entrar, esses cidadãos definem livremente onde se instalar. Da mesma forma, o governo de Goiás acolhe esses cidadãos, procurando proporcionar-lhes condições de vida e trabalho dignas”.

“Entretanto, é complemente falsa e fantasiosa a informação de que está em construção no estado, em Anápolis ou em qualquer outra localidade uma cidade para acolher ‘emigrantes muçulmanos’. O governo de Goiás lamenta a propagação deste boato, porque respeita e reconhece todos os povos e credos religiosos e condena veementemente a xenofobia, a discriminação e o preconceito”.

“De qualquer forma, o critério de acolhimento não é a orientação religiosa, mas a nacionalidade. Diante disso, o governo de Goiás reitera que é completamente falsa a informação de construção de bairro, colônia ou cidade destinada a abrigar refugiados”, concluem.

Com informações G1/GP

SANTA INÊS- Evangélicos realizam marcha pela PAZ

" O aumento no número de casos de violência registrados no município de Santa Inês nos últimos quinze dias chamam a atenção não apenas pelo grau de perversidade e frieza dos autores dos crimes, mas também pelo aumento no número de crimes envolvendo adolescentes que se dizem membros de facções criminosas. "

Alcançar a PAZ, ter PAZ, viver em PAZ, este é um maiores desafios enfrentado pelo indivíduo do mundo moderno. Nunca se desejou tanto este estado de espírito que sozinho é capaz de oferecer sossego, harmonia, tranquilidade, ausência de conflitos, guerras e dissensões. O curioso é que, enquanto para muitos a PAZ parece ser uma utopia, para outros ela é uma realidade disponível a todos, basta seguir alguns passos, tomar algumas decisões e a tão sonhada PAZ se instala naturalmente.

Parece um contrassenso que a PAZ esteja tão perto e ao mesmo tempo tão longe. O mundo pós moderno enfrenta amaior e mais profunda crise social já vivida pela humanidade. A violência alcança números estratosféricos e avança sobre as famílias, dizimando adolescentes, jovens e adultos sem distinção. Apesar dos esforços dispendidos pelas forças de segurança públicas e privadas, a criminalidade não retrocede.
A discussão sobre as formas de obter a PAZ passa por inúmeras sugestões e fórmulas que vão desde mais investimentos em segurança pública, saúde, educação e infraestrutura, a ações sociais, redistribuição de renda, e valorização da cidadania. Ideias muito interessantes na teoria, mas que não se tornam realidade por uma simples razão: não existe interesse, ou vontade política por parte do Estado em enfrentar a situação. Então estamos perdidos? Não existe saída? Não há luz no fim do túnel?

O aumento no número de casos de violência registrados no município de Santa Inês nos últimos quinze dias chama a atenção, não apenas pelo grau de perversidade e frieza dos autores dos crimes, mas também pelo aumento no número de atos infracionais envolvendo adolescentes que se dizem membros de facções criminosas. 

Perdemos a guerra para os traficantes? Como solucionar o impasse?

Lutar para mudar as leis, exigir punição severa para os criminosos? Lutar pelo porte de arma para todos? Fazer justiça com ás próprias mãos? mudar os hábitos, reforçando a segurança em casa e no local de trabalho, evitar sair de casa, não usar ou carregar objetos de valor? Algumas destas medidas até podem contribuir para amenizar a violência, mas jamais trarão a PAZ. 
A PAZ não se estabelece plenamente e não é encontrada pela maioria dos que a procuram, pelo simples fato de estarem procurando algo que desconhecem e, além de tudo, estão procurando no lugar errado. A PAZ é algo interior, tem que nascer dentro do indivíduo e a partir daí fluir como fonte de água viva! A PAZ está em CRISTO, Ele é o principe da PAZ: "Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz" (Is 9:6)

É preciso nascer de novo para encontrar a PAZ perfeita, ela foi dada por CRISTO de forma gratuita para todos: "Deixo­vos a paz, a minha paz vos dou; não vo­la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize"João 14:27. A partir desta breve introdução, fica fácil perceber o motivo de tantas barbáries e tragédias. Na busca pela PAZ, o ser humano prefere em vão abraçar os complexos tratados filosóficos e sociológicos desprezando a simplicidade e eficacia da Bíblia, fonte autorizada para falar sobre PAZ. 

As igrejas evangélicas têm desempenhado papel relevante na propagação da PAZ. Na verdade por décadas, homens e mulheres destemidos tem feito um trabalho social de grande alcance e disseminado a semente da PAZ e do AMOR em todos os cantos deste país.
Um exemplo desta ação incansável foi registrado neste sábado (17), quando milhares de evangélicos saíram às ruas e avenidas de Santa Inês durante a 4ª MARCHA DA PAZ, evento comemora os 106 anos da Assembleia de Deus no Brasil. A mensagem de PAZ divulgada por dezenas de caravanas que se deslocaram de pontos diversos da cidade e se concentraram na praça das Laranjeiras, foi concluída com uma grande Cruzada Evangelística que teve como orador oficial o pastor Rayfran Batista da Silva líder da Assembleia de Deus em Santa Inês.
Com informações:Abimael Costa

Por 10 a 9, Comissão do Senado rejeita relatório da reforma trabalhista

Com placar apertado, por 10 votos a 9, senadores da Comissão de Assuntos Sociais decidiram rejeitar o relatório do senador Ricardo Ferraço, que era favorável ao texto

Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado rejeitou nesta terça-feira (20), por 10 votos a 9, o relatório da reforma trabalhista elaborado pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), que era favorável ao texto aprovado pela Câmara.
O resultado representa uma derrota para o governo Michel Temer, que vê na reforma trabalhista uma das principais medidas para a área econômica.

Apesar de o texto do governo ter sido rejeitado na Comissão de Assuntos Sociais, a reforma trabalhista ainda vai passar pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, por fim, pelo plenário do Senado.

A reforma foi enviada ao Congresso pelo presidente Michel Temer no ano passado. Um das principais dispositivos do projeto é estabelecer pontos que poderão ser negociados entre patrões e empregados. Em caso de acordo coletivo, esses pontos passam a ter força de lei.

No Senado, o texto já havia sido aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Na última terça-feira (13), o relator Ricardo Ferraço leu parecer favorável à aprovação da reforma. Ele rejeitou todas as emendas que haviam sido apresentadas ao texto e manteve todo teor do projeto que foi aprovado pela Câmara.

Sessão tumultuada

A sessão da Comissão de Assuntos Sociais teve momentos de debates acalorados entre senadores desde o início.

Logo que a sessão foi aberta, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) fez críticas à votação do projeto em um momento que, para ele, é inoportuno, porque o Brasil passa por uma crise. “Não vamos dar ares de normalidade ao que está acontecendo aqui. Isso é um escândalo”.

A presidente da comissão, Marta Suplicy (PMDB-SP), respondeu em tom ríspido e, ao ser confrontada com um pedido de “calma”, afirmou que não tinha que se acalmar. Em seguida, ela disse para Lindbergh: “Olha o machismo e seu cuida, tá?”.

Fonte: G1/ Verdade Gospel

terça-feira, 20 de junho de 2017

Vaticano investiga exorcistas brasileiros que por “pacto com Satã”

A investigação do Vaticano foi lançada após a divulgação de um vídeo em que os Arautos relatam uma conversa com o demônio.
João Clá Dias, fundador do grupo Arautos do Evangelho – Divulgação/Arautos do Evangelho
Exorcistas que adoram o Diabo e acreditam que seu antigo líder controla as mudanças climáticas estão sendo investigados pelo Vaticano. A denúncia foi realizado pelo vaticanista Andrea Tornielli em seu blog no site “Vatican Insider”, do jornal italiano “La Stampa”.

O grupo ultraconsevador católico Arautos do Evangelho, fundado pelo monsenhor João Clá Dias, seria conhecido por praticar exorcismo para “atrair” pessoas para seu movimento. Segundo eles, seu antigo comandante, Plínio Corrêa de Oliveira, que morreu em 1995, está em contato direto com Satanás.


A investigação do Vaticano foi lançada após a divulgação de um vídeo em que os Arautos relatam uma conversa com o demônio.

O demônio, ao se referir ao fundador original do grupo, diz: “Doutor Plínio, o autor das mudanças climáticas e do aumento do calor. É o Plínio quem faz tudo”. O diabo também prevê que um meteorito atingirá o Oceano Atlântico e que a América do Norte vai “desaparecer”. E acrescenta: “O Vaticano? É meu, meu!”.

Continua afirmando: “O Papa faz o que eu quiser, ele é um estúpido! Ele me obedece em tudo. Ele é minha glória, ele me serve”. E, por último, afirma que o “Papa morrerá caindo” e que será substituído por Plínio.

Um porta-voz do Vaticano afirmou que um inquérito será instaurado para apurar o caso. Os Arautos do Evangelho, por sua vez, afirmam que as acusações são “obsoletas, todas respondidas e devidamente refutadas conforme os ditames da mais estrita doutrina católica”.

(O Globo)